TROPEÇO – Lance isolado castiga o Sampaio no Castelão

Em jogo disputado na noite desta sexta-feira, no Estádio Castelão, o Sampaio Corrêa viu o Brasil de Pelotas se aproveitar de um descuido defensivo e vencer a partida.

O gol do adversário foi marcado aos 10 minutos do segundo tempo. A Bolívia ainda lutou durante toda a etapa final em busca do empate, mas não conseguiu furar o bloqueio defensivo dos visitantes.

A forte marcação do Brasil de Pelotas dificultava as ações do Sampaio no início de jogo, e o confronto foi intensificado por muitas faltas.

Disposto a marcar com intensidade e aguardar uma chance para contra-atacar, o adversário pouco chegava ao ataque, e, nas vezes que conseguia se infiltrar, a defensiva boliviana bloqueava as jogadas.

Sem conseguir furar o ferrolho do Brasil, o Sampaio arriscava de fora da área, como em um chute de Ferreira, e em cobranças de falta na intermediária.

No fim do primeiro tempo, a Bolívia conseguiu pressionar a equipe visitante e quase abre o marcador com Marcinho, em uma bomba do bico da grande área, mas o goleiro salvou o lance. As equipes foram para o vestiário com o placar em branco.

O panorama se repetiu no início da etapa final, com o Brasil de Pelotas utilizando a marcação forte como principal arma, não permitindo que o Sampaio chegasse ao gol.

Aos 10 minutos, a defesa Tricolor se atrapalhou e o Brasil aproveitou para abrir o placar no Castelão.

O Sampaio tentou dar a resposta em cobrança de falta. Marcinho soltou a bomba e o goleiro espalmou a bola quente. Na sequência, Diego Tavares recebeu pela direita e chutou forte, mas o camisa 1 do Brasil salvou novamente.

Marcinho testou o goleiro do Brasil novamente em outro disparo de fora da área, que foi parar em escanteio.

A equipe Tricolor utilizou o restante do tempo para tentar a igualdade, mas encontrou dificuldades e não conseguiu furar a defensiva adversária.

Na próxima terça-feira, o Sampaio Corrêa vai até Campinas enfrentar a Ponte Preta, no Estádio Moisés Lucarelli, em duelo válido pela 25ª rodada da Série B.

Ficha Tricolor

Gustavo, Luís Gustavo (Gustavo Ramos), Joécio, Daniel Felipe e Marlon; Ferreira, Vinícius Kiss (Dione) e Marcinho; Roney (Mailson), Diego Tavares (Joazi) e Caio Dantas (Jackson).