Novo decreto altera limite de lotação máxima para 2 mil pessoas

Medidas de flexibilização, como uso facultativo da máscara, poderão ser tomadas a partir de 30 de março (Foto: Edmara Silva)

A partir  desta  terça-feira (08), a Prefeitura de Imperatriz divulgará novo decreto, que institui novos protocolos sanitárias e diretrizes complementares a serem adotadas, em âmbito público e privado, para intensificar o combate ao novo coronavírus, com validade até 30 de março de 2022.

Dentre as principais mudanças do atual informe, está a alteração de lotação máxima, que a partir de agora é de até 2 mil pessoas. Eventos com lotações superiores a isso, permanecem suspensos, em todo o território do município. A suspensão da realização desses eventos privados engloba os de quaisquer naturezas, seja em espaços abertos ou fechados. Por sua vez, os eventos públicos, tais como shows, festivais, música ao vivo e similares, estão igualmente suspensos.

Continua a obrigatoriedade do comprovante de vacinação contra a Covid-19, que precisará ser apresentado, atestando o recebimento de no mínimo duas doses ou dose única, para a entrada em ambientes fechados, a exemplo de bares, casa de eventos e afins. A comprovação também será cobrada em ambientes abertos (bares, casa de eventos e afins), nos casos em que a ocupação do local alcance a quantidade de 300 pessoas.

Nas igrejas e locais de cultos religiosos, a lotação não poderá ultrapassar a lotação máxima de 2 mil pessoas, independente de documentação. Ainda em relação aos cultos e celebrações religiosas, em todos que apresentarem lotação a partir de 300 pessoas, será necessária a comprovação de vacinação em dose dupla, ou doses completas.

Segundo o secretário de Governo e Projetos Estratégicos (Segov), Eduardo Soares, haverá possibilidades de flexibilizações no decreto conforme os indicadores da Covid-19 na cidade. “O Ministério Público da Saúde e a 2.ª Vara da Fazenda Pública também considerou que devemos aguardar o reflexo das normas implantadas no período de carnaval. Estimamos que de 15 a 20 dias tenhamos uma redução do número de casos, internações e números de óbitos em Imperatriz. De acordo com dados estatísticos, os indicadores da pandemia podem continuar em sentido de queda, assim a Prefeitura poderá editar norma de flexibilização do uso facultativo da máscara”, conclui.

O Município fiscalizará as normas editadas em novo decreto, que possui validade até 30 de março deste ano.

 

FONTE: ASCOM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.