Maranhão tem se destacado no segmento de turismo de aventura

Maranhão tem se destacado no segmento de turismo de aventura.

Recentemente, o Brasil foi eleito número um do mundo em turismo de aventura, conforme informação revelada no site norte americano US News & World Report (usnews.com). A Secretaria de Turismo (Setur) do Maranhão recentemente lançou novo material promocional de turismo de natureza que tem como forte atrativo o Polo Chapada das Mesas.

Para quem gosta de viver experiências incríveis e curte superar os seus próprios limites, provavelmente já deve ter ouvido falar sobre o turismo de aventura, a modalidade que vem ganhando admiradores que buscam sair da rotina e estarem próximos à natureza.

Segundo o superintendente do Polo Chapada das Mesas, Beto Kelnner, o Maranhão tem se destacado no segmento de turismo de aventura, ecoturismo e de natureza.

“Nos últimos anos, a região sul do Maranhão, o Polo Chapada das Mesas tem se posicionado como importante destino de aventura, não só do Maranhão, mas também da região Norte e Nordeste. Com a pandemia, a procura por ambientes ao ar livre aumentou e na Chapada temos o clima, o cenário e a diversidade de atividades a nosso favor. Destaque para as cachoeiras, piscinas naturais, atividades de bike, trekking, mergulho/flutuação, passeio no rio e também as técnicas verticais como rapel e tirolesa prezando pela qualidade e segurança”, afirma o gestor Beto Kelnner.

Em 2021, a Secretaria de Turismo do Maranhão qualificou profissionais por meio do programa “Turismo Seguro”, que realizou atividades no Polo Lençóis e no Polo Chapada das Mesas. Seu objetivo é estimular a adoção de boas práticas que fortaleçam a segurança turística, melhorando a experiência e ofertando um produto de qualidade ao turista no Maranhão.

Outra ação importante foi a inauguração de um Centro de Atendimento ao Turista (CAT) no aeroporto de Imperatriz, com vídeos e materiais promocionais para o segmento.

Chapada das Mesas

Localizada no centro-sul do Maranhão, o polo Chapada das Mesas possui vasta área que vai de Itinga do Maranhão até Alto Parnaíba, passando por Açailândia, Imperatriz, Governador Edison Lobão, Estreito, Carolina, Riachão, Formosa da Serra Negra, Fortaleza dos Nogueiras, Balsas e Tasso Fragoso. Dona de um bioma rico em diversas espécies de animais e plantas, em meio a um cenário de verdadeiros tesouros ecológicos, oferece diversos atrativos naturais, como cachoeiras, piscinas naturais, trilhas e parque. A região possui alto potencial turístico de aventura por conta das belezas naturais encontradas em serras, rios e cachoeiras que atrai moradores e turistas.

Na hora de se aventurar, consulte sobre os horários de funcionamento e pesquise o meio de transporte mais acessível até o local. Uma dica é procurar guias ou condutores locais. Leve garrafa de água e um guarda lixo para preservar a natureza. Para quem vai fazer as trilhas a pé ou de bicicleta, não se esqueça do filtro solar. Ao final da tarde, olhe para o céu e aproveite o espetáculo do pôr do sol.

Confira algumas modalidades do turismo de aventura:

Bike

Entre as opções de lazer, as trilhas de mountain bike movimentam turismo de aventura na Chapada das Mesas que em alta temporada a região atrai ciclistas de todo o Brasil, que buscam viver dias de aventura sobre duas rodas. O mountain bike é uma modalidade de ciclismo na qual o objetivo é transpor percursos com diversas irregularidades e obstáculos. Na Chapada das Mesas há uma infinidade de percursos, como a trilha do Igaratá e a do Poço e Encanto Azul.

Náuticos

Para quem busca prática de esportes náuticos, a região possui 89 cachoeiras e mais de 400 nascentes, com travessia no leito do rio através do cânion (canionismo); já acontecem passeios de barco no Rio Tocantins que vai de Carolina até a Pedra Encantada, bem no meio do rio; atividades de mergulho e flutuação no Poço e Encanto Azul chamam a atenção de moradores e visitantes.

Praticas verticais

O rapel é uma atividade vertical praticada na Chapada das Mesas onde se desce por uma corda e equipamentos adequados, utilizando técnicas e normas específicas para a atividade turística, e quando feito pertinho das cachoeiras, é chamado de cachoeirismo. Ainda acontecem as decidas de tirolesas, onde o turista, equipado com capacete, cadeirinha e outros equipamentos, desce por cabos de aço, podendo durante o trajeto contemplar a magnitude da natureza.  Há quem goste de “escalaminhada”, que são subidas que não necessitam de cordas ou ferragens para a ascensão. Os atrativos mais comuns para essa prática são: Morro do Chapéu e a subida pro Portal da Chapada.

Voo de Paramotor

Os voos de paramotor já acontecem, inclusive em junho será realizada uma expedição que irá sobrevoar alguns dos principais atrativos da Chapada das Mesas nos municípios de Carolina, Riachão, Fortaleza dos Nogueiras e Balsas.

 

 

FONTE: ma.gov.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.