IA de combate: Projeto Maven será ativado em setembro nos EUA

O Projeto Maven, iniciativa do Departamento de Defesa dos Estados Unidos, vai ser ativado em setembro deste ano, juntamente com o Advanced Battle Management System (ABMS), projeto de inteligência artificial da força aérea estadunidense.

Criado em parceria com a Google com o objetivo de aumentar a capacidade dos drones de reconhecerem objetos e alvos, o projeto foi integrado ao ABMS, que tem como foco o uso da tecnologia back-end e a aplicação das tarefas de TI durante o combate. 

A Unsplash/Reprodução 

Segundo informações divulgadas pelo site Fedscoop, o lançamento estava previsto para uma data anterior. No entanto, a pandemia de covid-19 acabou atrapalhando os planos originais, disse o secretário assistente da força aérea à fonte, Will Roper.

“Não haverá mais distinção entre sistemas de desenvolvimento e sistemas de combate na Tecnologia da Informação“, declarou Roper. “As nossas desculpas para evitar tecnologias de inteligência artificial acabaram”.

O Projeto Maven ganhou notoriedade em 2018, quando a Google teve problemas com a iniciativa por discordâncias éticas. Na ocasião, o governo garantiu que os propósitos não eram ofensivos. Apesar disso, surgiram muitas críticas de que o projeto, através do aprendizado de máquina e da visão computacional, aumentaria a letalidade do poder aéreo estadunidense.

 Fonte: Fedscoop

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *