Google Maps recebe melhorias visuais e mais cores

Google Maps está recebendo melhorias visuais em seus mapas de todo o mundo. Introduzindo mais cores e informações, o mapa passa a identificar o nível de vegetação, cruzamentos e faixas de pedestre de várias regiões.

Utilizando técnicas de mapeamento por algoritmo e toda a cobertura de satélites em órbita, a Google traduzirá as informações das capturas espaciais em artifícios gráficos nos mapas. A atualização exibirá com maior precisão a vegetação de cada ambiente — seja ele um lago, rio, oceano, desertos, florestas ou áreas urbanas — junto a indicações de navegação dentro de cidades.

“Com a atualização, o Google Maps tem uma das visualizações mais abrangentes de recursos naturais em qualquer aplicativo de mapa — com disponibilidade em todos os 220 países e territórios suportados pelo Google Maps. É a cobertura de cerca de 100 mil quilômetros quadrados de terra, ou 18 bilhões de campos de futebol!”, descreve em publicação no blog.

a Google/Reprodução

Segundo a Google, o processo de color-mapping funciona utilizando visão computacional. O sistema analisa os recursos naturais de imagens de satélite, procurando especialmente por regiões áridas, congeladas, florestadas ou montanhosas, depois determina a cor dentro da gama de opções do modelo HSV — uma variação para o RGB.

Em exemplo, a Google explica que “áreas cobertas por densas florestas” são classificadas como verde escuro, enquanto regiões com mata mais escassa assume cores mais claras.

Atualmente, o Google Maps até representa áreas florestadas com cores diferentes; mas isso se restringe a parques, praças e pontos turísticos.

a Google/Reprodução 

Navegação redesenhada para pedestres

Para perímetros urbanos, em breve o app apresentará informações de rua altamente detalhadas que mostram a forma e largura de uma estrada ou via em escala. A representação pelo mapa também exibirá calçadas, ilhas e faixas de pedestre e mais detalhes para navegação a pé.

Os primeiros lugares que receberão as novas informações para navegação urbana serão Nova Iorque, São Francisco e Londres. As alterações serão apresentadas nos próximos meses. Posteriormente, a Google trabalhará para cobrir mais cidades pelo mundo.

 

Fonte: https://www.blog.google/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *