Gestão Assis Ramos já convocou mil aprovados em concursos para diversos cargos da administração municipal

Devido à pandemia, a Prefeitura vem contratando para cargos pontuais. (Foto: Edmara Silva)

Melhorar cada vez mais a prestação da qualidade dos serviços prestados à população e valorizar os servidores são metas que vêm sendo rigorosamente implementadas desde 2017, inicio do primeiro governo do prefeito Assis Ramos (DEM).

A Prefeitura de Imperatriz convocou 400 aprovados no concurso de 2012, do governo anterior, que estavam prestes a perder seu concurso pela demora na convocação. Além disso, foram 598 relativos ao certame realizado em 2019 pela atual gestão. Realizou ainda o concurso para a Guarda Municipal, com 81 vagas já preenchidas e com corporação em plena atividade.

Oriundo do serviço público onde ingressou, através de concurso, Assis Ramos costuma repetir como um mantra, que compreende e tem uma atenção especial pelos servidores, mas sempre agiu “dentro da lei”. Não por um acaso, em parecer que analisa o cumprimento fundamental da transparência de gastos públicos (Portal da Transparência), o Tribunal de Contas do Estado do Maranhão, TCE-MA, emitiu conceito “A” ao Portal da Transparência da Prefeitura de Imperatriz. O parecer é de outubro deste ano.

“Desde 2017, no primeiro mandato do prefeito Assis Ramos, servidores concursados tem sido convocados. Inclusive os candidatos tinham até entrado na Justiça contra a outra gestão, pela demora na convocação de aprovados. Em 2019, foi realizado novo concurso e agora em 2020-2021 já foram chamados quase 600 candidatos aprovados”, ressaltou o secretário de administração e Modernização, Alair Firmiano.

O titular da Seamo ressalta que foram convocados médicos, enfermeiros, técnicos em enfermagem, técnicos em radiologia, assistentes sociais, professores dentre outros cargos, conforme a demanda.

“E ainda vão ser chamados outros concursados, seguindo as necessidades da administração municipal”, disse, acrescentando que tudo ocorre dentro do previsto pelas leis de transparência.

Alair Firmiano reforçou ainda que as convocações de 2020-2021 vêm atendendo a demanda para cargos estratégicos como de Saúde e Educação. Neste período, embora tenha recebido demandas de entidades representativas de servidores, a gestão foi impedida de reajustar o salário do funcionalismo em razão da Lei Federal nº 173/2020, relativa à pandemia.

Sobre a Guarda Municipal, o comandante Josenildo Ferreira explicou:“Aqui é muito simples. O concurso foi feito para cem vagas, 84 candidatos passaram e foram fazer o curso de formação. Só tomaram posse 81, pois três deles desistiram para seguir outras carreiras, então temos 81 guardas concursados aqui na sede”.

Números das convocações

Os dados da Seamo reforçam que as convocações foram de cargos pontuais, que mantiveram o funcionamento da gestão em meio á pandemia. Foram profissionais de saúde e professores para substituir aqueles que se aposentaram ou tiveram de se afastar de suas funções por serem do grupo de risco para a Covid-19, entre outros.

Saúde – 319

Educação – 257

Edital 002/2019 – 06

Edital 004/2019 – 16

Total 598

Concurso da Guarda Municipal

81 vagas preenchidas

Convocados do concurso de 2012

400 candidatos aprovados convocados.

 

Colaboração Luana Barros