Deivid volta ao Cruzeiro: ‘Não vi como convite, mas como convocação’

Ex-jogador foi oficializado como novo diretor técnico de futebol do clube celeste

Depois de vestir o uniforme celeste como jogador e ocupar cargos de auxiliar técnico e treinador, Deivid voltou ao Cruzeiro para um novo desafio. Neste sábado, o ex-atacante foi oficializado pelo clube como novo diretor técnico de futebol. Para ele, o retorno à Toca da Raposa é mais do que uma oportunidade, é uma “convocação”.

“Vi a oportunidade de voltar ao Cruzeiro não como um convite, mas como uma convocação. Me identifiquei muito com o clube desde que cheguei pela primeira vez e pude construir aqui uma história vitoriosa. Por tudo o que aconteceu com o clube nos últimos anos, é uma grande responsabilidade mas também uma grande honra poder contribuir com meu trabalho para levar o Cruzeiro ao seu devido lugar, que é disputando títulos e sendo uma referência positiva de administração”, disse o ex-jogador.
Apesar da chegada de Deivid, Ricardo Drubscky continua como diretor de futebol do Cruzeiro. Também na próxima semana, outros nomes que integrarão a gestão do clube devem ser anunciados.
Deivid é um dos primeiros reforços do presidente Sérgio Rodrigues, eleito na última quinta-feira para mandato de 1º de junho a 31 dezembro de 2020. Ele terá a função de ser a ligação entre o departamento de futebol e a diretoria do clube estrelado.
“Venho para contribuir com o futebol do Cruzeiro. Juntamente com o Ricardo Drubskcy, atuarei na gestão do departamento. Serei responsável por fazer a conexão entre os atletas, comissão técnica e a diretoria, acompanhar o trabalho da análise de desempenho e aprimorar a transição dos atletas das categorias de base para o time principal. A intenção é fortalecer a equipe com as características de jogo que fizeram o Cruzeiro ter suas glórias e tradição”, explicou Deivid.
Em 2015, Sérgio Rodrigues e Deivid trabalharam juntos pela primeira vez no Cruzeiro. À época, o atual presidente era superintendente de futebol, enquanto o ex-atacante exercia a função de auxiliar técnico e, algum tempo depois, a de treinador.
“O objetivo da nossa gestão é contar com profissionais capacitados e qualificados nas áreas estratégicas do Cruzeiro. Este é o caso do Deivid. Nos conhecemos no período em que trabalhamos juntos no futebol profissional do Cruzeiro e, desde então, pude notar o conhecimento que ele tem, além de sua ética profissional. Certamente contribuirá muito para o Clube ao lado dos profissionais que já contamos em nosso quadro”, afirmou Sérgio Rodrigues.
Antes de assumir o cargo no Cruzeiro, Deivid se capacitou no curso de Gestão Executiva de Futebol, pela Business Futebol Clube, e também possui a Licença A da CBF Academy, destinada a treinadores profissionais.

Campeão como jogador

Deivid atuou pelo Cruzeiro em 2003, ano em que ajudou na conquista da histórica Tríplice Coroa (Campeonato Mineiro, Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro). Ele anotou 15 gols em 19 partidas. Em julho daquele ano, o camisa 9 foi vendido ao Bordeaux, da França, por US$ 5,1 milhões.

Passagem como treinador

Deivid foi anunciado como treinador do Cruzeiro em 10 de dezembro de 2015, em aposta de Gilvan de Pinho Tavares para substituir Mano Menezes. Antigo assistente de Vanderlei Luxemburgo, o ex-atacante permaneceu na Toca para auxiliar Mano e, apoiado pelo elenco, ganhou a primeira oportunidade como treinador a partir da temporada seguinte. Ele comandou o time em 18 jogos, com 11 vitórias, cinco empates e duas derrotas entre janeiro e abril de 2016. A eliminação para o América na semifinal do Campeonato Mineiro foi o estopim para a demissão do novato técnico.
Fonte: mg.superesportes.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *