Sarney cita aval a Dino na Embratur ao negar “veto” a Pedro Fernandes

0
393

(Foto: Givaldo Barbosa / Agência O Globo)

O ex-presidente José Sarney (MDB) negou ontem (3), em conversa com o Blog do Camarotti, que tenha vetado o nome do deputado federal Pedro Fernandes (PTB-MA) para o comando do Ministério do Trabalho.

Pedro Fernandes foi indicado pela cúpula do PTB para substituir Ronaldo Nogueira no Ministério do Trabalho, mas afirmou hoje, em mensagem encaminhada a diversos jornalistas, que sua nomeação para o primeiro escalão de Temer não havia sido confirmada em razão de um veto de Sarney (reveja).

“Não fui consultado e não vetei”, disse Sarney.

“Ele [Pedro Fernandes] quer arrumar uma desculpa. Colocar a responsabilidade sobre as minhas costas. Se, no passado, não vetei Flávio Dino para a Embratur, não faria isso para alguém que foi nosso amigo”, complementou o ex-presidente da República, em uma referência ao atual governador do Maranhão, que presidiu a estatal do turismo durante o governo Dilma Rousseff.

Pedro Fernandes foi do grupo político de Sarney, chegou a ocupar duas secretarias estaduais no governo de Roseanna Sarney (PMDB-MA), mas, depois que Dino foi eleito governador, mudou de lado e aderiu ao clã do governador do PC do B.

Tanto que, no episódio do impeachment de Dilma, o deputado do PTB votou seguindo a orientação de Dino contra o afastamento da então presidente da República.

Sarney mantém boa relação com o ex-deputado estadual Manoel Ribeiro (PTB), ex-presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão e irmão de Pedro Fernandes.

 

 

(gilbertoleda.com.br)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here